ComportamentoCrônicas

Desabafo sobre fugir da realidade

Não tem sido tempos fáceis para mim. Na verdade, acredito que para ninguém. Parece que a cada dia os problemas só aumentam e aqueles que já existiam, não tem solução.

Eu deveria ser grato pela vida, na verdade eu sou. Depois de já ter passado por muitos problemas desde criança, ter chego até aqui é uma dadiva.

Nunca fui muito próximo da minha família e não cresci ao lado do meu pai, o que me fez crescer muito rápido e precisar tomar muitas decisões sozinho.

Os últimos meses foram, sem sombra de dúvidas, muito turbulentos. Pessoas se foram, descobri falsas amizades, intrigas envolvendo pessoas próximas e desentendimento familiar. Por diversas vezes fingir estar bem.

Colocava um sorriso no rosto, ignorava estas questões e fingia para mim que estava tudo bem. Sempre fugindo da realidade para não encarar estes problemas. Talvez por medo, talvez por não saber como lidar com eles.

Quem me conhece sabe que sou uma pessoa muito tranquila e sempre me mostrei ser uma pessoa feliz, transparecendo ser um poço de alegria. Nunca fui de ficar “chorando” na internet, desabafando com amigos ou andar triste por aí.

Possivelmente o maior erro foi ter ficado calado por tanto tempo. Todas as vezes que guardava magoas, eu só me alimentava de dor, me tornando uma pessoa angustiada e que em certo momento desabaria e se afogaria na correnteza de mágoas que estava dentro de mim.

Quantas vezes passei noites em claro e pela manhã tentava esconder as olheiras com um corretivo. Por anos fingi estar bem por me achar forte o suficiente e não precisar de ajuda. Por vergonha de parecer fraco, nunca me abri demais com as pessoas por achar que ninguém poderia me ajudar.

E então, para fugir mais da realidade, me joguei nos estudos, muito trabalho e passava o restante do tempo me divertindo.

E assim meus problemas se tornaram meus monstros. Hoje eles voltaram e me assombram. É difícil ter que encará-los num momento delicado da vida. Estou me formando e as inseguranças sobre o meu futuro me rondam. Tudo isso tem criado uma bola de neve que já quase não é possível aguentar mais.

Em certo momento é preciso parar e refletir sobre a vida. Analisar o que está acontecendo e se perguntar o porquê disso tudo. Não dá para sair culpando a vida e dizer que tudo é carma. Por diversas vezes ignorei os problemas e agora preciso enfrentá-los com sabedoria, buscando me tornar alguém melhor.

Foram as minhas escolhas que estão refletindo no meu presente. Foram as atitudes não tomadas ou mal pensadas que estão cobrando ser alguém mais forte e melhor.

Eu acreditava que os dias estavam passando muito rápido e sem sentido, até o momento em que resolvi mudar e buscar enfrentar a realidade cara a cara.

Talvez só fosse preciso aceitar que a vida não é perfeita, sou um ser humano e frágil. Que pedir ajuda não é errado, mas aprisionar medos e monstros dentro de mim nunca foi a melhor opção.

About author

Articles

Relaçoes-Públicas, redator, blogueirx, ativista negro e LGBT+.
Related posts
Comportamento

Lexa, J-LO e Lizzo: shows exclusivos são exibidos até para não assinantes - assista online

Buscando incentivar as pessoas a ficarem em casa, a plataforma global de streaming de música e…
Read more
Comportamento

TikTok lança campanha em parceria com a OMS para prevenção do novo Coronavírus

Campanha global #MãosSeguras tem objetivo de conscientizar população sobre medidas corretas de…
Read more
ComportamentoSão Paulo

Dezembro vermelho: Museu da Diversidade oferece programação gratuita com foco na conscientização e combate à Aids

Nos dias 04/12 e 05/12, o MDS exibe o Curta-metragem “DIA 1” e conta com sessões de…
Read more
Newsletter
Become a Trendsetter
Sign up for Davenport’s Daily Digest and get the best of Davenport, tailored for you.

5 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.