MúsicaNegritude

Elisa de Sena lança clipe de “Me Encanto”, hit de seu primeiro álbum solo “CURA”

©Paulo Oliveira/PROfotografia

O videoclipe foi lançado nesta quarta (20), no YouTube. A música já pode ser ouvida nas principais plataformas online: Youtube, Deezer, Spotify, entre outras.

Após anunciar o lançamento de “CURA”, seu primeiro disco solo, viabilizado pelo projeto Natura Musical, a mineira Elisa de Sena lançou ontem, dia 20, o primeiro videoclipe do álbum.

A canção escolhida é “Me Encanto”. A decisão partiu após constatar que a faixa resume sonoramente a estética do disco e cria uma atmosfera de encantamento que traz a ideia de cura, mote do álbum.

A direção do videoclipe é assinada por Mirella Persichini. A diretora conta que a partir do título do álbum, CURA,  e da atenção que Elisa dedicou a esta temática em todas as faixas do álbum é que foi desenvolvido um conceito significativo para a construção do clipe.

A partir da pergunta “quais são os rituais de cura que nos atravessam” é que se iniciou o processo de pesquisa imagética.

“Pensamos muito sobre os rituais de matriz africana e de como eles provém a cura. Pensamos em elementos da natureza, como a água, que é algo que me atravessa muito ouvindo o trabalho da Elisa. Realizamos um trabalho de pesquisa em torno de signos que se entrelaçam tanto com essa atmosfera de cura que paira em torno de todas as faixas do disco, quanto com a música “Me Encanto“, em específico”, conta Mirella.

Ao longo de quase todo o clipe o espectador poderá observar, por exemplo, a presença de fumaça. A diretora ressalta que esta fumaça não foi utilizada apenas para compor a cena, trata-se de incensos de 7 ervas, famosos pelo poder de cura e purificação.

E assim, vários signos de cura vão se apresentando ao longo das cenas como banho de pipoca, água, chás, dança, tambor e etc. Mirella ressalta também os artifícios cenográficos utilizados para contextualizar esta atmosfera de cura:

“As cores do clipe também foram pensadas dentro deste contexto. As imagens começam azuladas, com tons de rosa e azul e, no desenrolar do filme, as cenas vão se iluminando, em direção de cores mais amarelas. Essa transformação das cores representa simbolicamente os processos de transformação sofridos através de rituais e processos de cura”, explica a diretora.

O álbum CURA foi produzido no ano em que Elisa de Sena completa 37 anos.

“Foram anos de maturação. Ele é meu ritual de iniciação e é, também, um instrumento de retorno à minha essência, à minha melhora. Espero que as canções e, agora, o videoclipe, reverbere e ressoe cura nas pessoas também!”.

Sobre o álbum ‘CURA’

A produção musical do álbum é assinada pela múltipla DJ Black Josie, porém o processo de criação do disco se estruturou de maneira coletiva.

Todos os músicos são, também, arranjadores, o que possibilitou que juntos – voz, produção e instrumentos, construíssem coletivamente as canções.

elisa sena album cura

Elisa gosta de destacar que embora “CURA” seja um álbum solo, a preocupação com o resultado e com a experiência de quem ouve o CD sobressai a intenção de dar destaque à voz.

“É importante, pra mim, construir uma música que chegue como um todo nas pessoas. Neste trabalho, por exemplo, minha voz não está muito mais alta que os instrumentos, o que é bastante comum em CDs de artistas solo. Minha intenção é colocar a voz dentro dessa massa sonora, dando importância a todos os elementos que formam a música e não apenas a minha performance”, conta a cantora.

O projeto foi selecionado pelo Natura Musical por meio do edital 2018, com o apoio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais.

“Acreditamos na força do Natura Musical para conectar pessoas, valorizar a criatividade brasileira e revelar a diversidade de cada região do país”, diz Fernanda Paiva, gerente de Marketing Institucional da Natura.

“O programa já circulou por 20 Estados, apostando em talentos locais. Em Minas Gerais, por exemplo, o edital já ofereceu recursos para 122 projetos da música, como Juliana Perdigão, Fernanda Takai, Graveola, Beto Guedes, Flavio Venturini e Gilvan Oliveira e, agora, Elisa de Sena”, complementa.

About author

Articles

Relaçoes-Públicas, redator, blogueirx, ativista negro e LGBT+.
Related posts
MúsicaNegritude

The Weeknd lança versão deluxe de After hours e divulga clipe da faixa "In Your Eyes"

The Weeknd mal apresentou o tão esperado álbum “After hours”  e o compilado já…
Read more
FestivalMúsica

Universal Music e GTS promovem o "Festival Música em Casa"

De 20 a 29 de março, shows intimistas, ao vivo pela web, incentivam o público a curtir música em…
Read more
LiteraturaNegritude

Diversidade: autoras negras e índias que você precisa conhecer

Elas são representantes da literatura negra e indígena voltada para a infância, que deveriam ser…
Read more
Newsletter
Become a Trendsetter
Sign up for Davenport’s Daily Digest and get the best of Davenport, tailored for you.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.