Belo HorizonteCulturaDestaque

Festival Sarará reúne 35 mil pessoas na Esplanada do Mineirão

Esplanada do Mineirão - Foto: Guto Dias

 Em um dia inteiro de festa, música e muitos encontros, Sarará  é marcado pela diversidade e se consolida como um dos grandes festivais do Brasil

Cerca de 35 mil pessoas curtiram as mais de 12 horas de programação do Festival Sarará no último sábado, dia 31 de agosto.

Além de Belo Horizonte e região metropolitana, pessoas de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e outros estados marcaram expressiva presença neste grande encontro cultural que movimentou a Esplanada do Mineirão.

Vista das pistas – Foto: Guto Dias

Excursões de pelo menos sete cidades do interior de Minas Gerais também desembarcaram na Pampulha: Divinópolis, Lavras, Itabira, São João Del Rei, Pará de Minas, Viçosa e Juiz de Fora.

Os portões da esplanada abriram às 11h30 da manhã, meia hora antes do previsto, e só fecharam depois de 2h da madrugada, quando a festa “after”, com discotecagem da Noite Maravilhosa e show de Kevin O Chris, encerrou.

Letrux – Foto: Bruno Figeiredo Área de Serviço)

Em um dos shows mais aguardados do festival, Gilberto Gil apresentou hits como Realce, Drão e Toda Menina Baiana, fazendo o público cantar junto do começo ao fim.

O músico se manifestou quando a plateia gritou “Lula Livre”, dizendo que este dia está chegando, e ainda dedicou o show à ex-mulher Belina Aguiar Gil Moreira, que havia falecido um dia antes. Gil, que estava em BH desde quinta-feira para assistir ao espetáculo do Grupo Corpo e passar som no festival, viajou para Salvador para acompanhar o velório e voltou no mesmo dia para o grande show.

No dia seguinte à apresentação, a equipe do artista fez um post em seu perfil oficial no Instagram, comentando que Gil se encontrou com o BaianaSystem nos bastidores do Sarará: “Será que vem novidade por aí?”, provocava a postagem. Outros artistas que se apresentaram no festival, como Duda Beat, Pabllo Vittar e Russo Passapusso, também vibraram no backstage durante o show do mestre baiano. Já Marina Lima fez questão de assistir ao show do Djonga do começo ao fim.

Silva – Foto: Bruno Figueiredo Área de Serviço)

Os encontros foram realmente o ponto alto do Sarará. Nos dois principais palcos, aconteceram os feats de Letrux com Marina Lima, Duda Beat com Pabllo Vittar, Lagum com Iza e Djonga com Mano Brown.

A charmosa Rádio Tropical Transforma foi o espaço dos encontros musicais locais: ZeVinipim + Clara Tannure, Joana Bentes + Minimalista, Rádio Exodus + Mariana Cavanellas, Coyote Beatz + Convidados e Nath Rodrigues + Maíra Baldaia.

Mesmo sozinhos, BaianaSystem e Baco Exu do Blues fizeram a pista do Mineirão ferver. O rapper baiano Baco subiu no palco contando para o público que estava doente, mas queria muito estar ali.

Ao longo do show, a energia do público contagiou o artista, que fez uma entrega impressionante. Num dos momentos mais bonitos do festival, o público criou um mar de luzes com a lanterna dos celulares, durante a balada Me Desculpa Jay Z.

O festival ficou marcado também sua grande diversidade: artistas de diversas regiões do país; shows de MPB, rap, pop, funk e tendas de música eletrônica; espaços para dançar e espaços para descansar; muita diversão e vários momentos de protestos político; música para cantar junto e música em libras para vibrar junto; apresentações de dança, live painting.

Depois de se mostrar gigante, o Sarará já anunciou a data da próxima edição: 29 de agosto de 2020.

Confira mais fotos do evento:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 
Outras informações: www.festivalsarara.com.br | www.instagram.com/festivalsarara | @festivalsarara

About author

Articles

Relaçoes-Públicas, redator, blogueirx, ativista negro e LGBT+.
Related posts
CulturaMúsica

Festival Lá de Casa reúne 42 artistas de 20 a 22 de março no Instagram

De 20 a 22 de março, 6af, sábado e domingo, das 17h à meia noite, no Instagram E agora, o…
Read more
Belo HorizonteLifestyle

Yanã apresenta Joana Bentes e banda Ablusadas

Amanhã (12), Joana Bentes faz o aquecimento para o Cold Hot no Yanã, a partir das 20h. A cantora e…
Read more
ColetivoDestaqueMúsicaNegritude

Coletivo Negras Autoras lança seu primeiro álbum

O pré lançamento será realizado n’A Autêntica, dia 28 de fevereiro Importante símbolo da…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.