FestivalLGBTQIAMúsica

Linn da Quebrada é mais uma atração confirmada de GRLS!

Linn da Quebrada é mais uma atração confirmada de GRLS! Linn também estará no espaço Talks que já conta com a participação da escritora Conceição Evaristo

Linn da Quebrada é a primeira atração nacional musical confirmada em GRLS!. A cantora paulistana se junta à australiana Kylie Minogue no lineup do festival, que acontece dos dias 07 e 08 de março de 2020, no Memorial da América Latina, em São Paulo.

E com uma diferença: Linn da Quebrada também estará no espaço Talks, ambiente dedicado a palestras e oficinas com a pretensão de fazer com que as discussões geradas dentro do festival GRLS! se amplifiquem para outros espaços e outros grupos de pessoas.

Linn da quebrada Festival Grls

A produtora cultural Isis Vergílio e a jornalista Renata Simões são as responsáveis pela curadoria deste espaço. A escritora Conceição Evaristo também estará no espaço Talks de GRLS! e irá ministrar o workshop NOS LEIAM, em que serão discutidos temas como a participação da mulher na literatura e o acesso à leitura.

Cantora, compositora, atriz e artista multimídia, Linn da Quebrada revolucionou a música brasileira quando lançou “Enviadescer”, em 2016, com uma letra sem eufemismos e com um vídeo que colocava travestis como protagonistas. Seu talento e sua luta pela desconstrução de estereótipos, pela quebra de paradigmas sexuais, de gênero e corpo foram reforçados em singles seguintes, como “Talento”, “Mulher” e “Bixa Preta”.

Uma das artistas mais relevantes da atual cena musical nacional, Linn é também ativista social pelos direitos civis da comunidade negra e LGBTQIA+. Através de suas músicas e discursos, ela discute os desafios de uma “bicha, trans, preta e periférica”, como ela se define, em um país que tem uma das taxas de violência contra transsexuais mais altas do mundo.

Em 2017 lançou seu disco de estreia, o ótimo Pajubá, através de uma campanha de financiamento coletivo. O álbum, com sua mistura de funk carioca com hip-hop, dialoga diretamente com as principais tendências da música eletrônica recente e a levou a excursionar por todo o Brasil além de fazer uma turnê na Europa passando por sete países (com show esgotado em Berlim!).

“Minha música é o jeito que encontrei para sustentar em mim a força desse feminino e ao mesmo tempo provocar um novo imaginário e novas potências para corpos feminilizados. Estivemos sempre de joelhos dobrados nessa sociedade, senão diante da oração, da ereção. Em Pajubá eu refaço tudo isso: tiro o macho do centro e dou o foco total aos corpos de essência feminina e a seus desejos”, explica a artista sobre o seu primeiro disco.

Para o festival GRLS!, podemos esperar novas músicas: seu segundo disco, Trava Línguas, tem lançamento previsto para o primeiro semestre de 2020! Nos shows, Linn da Quebrada é acompanhada por BadSista, pela cantora e persona Jup do Bairro, pelo percussionista Valentino Valentino e pelo DJ Pininga.

Linn da Quebrada também vai levar toda sua experiência e história para discussões no espaço Talks.

As informações sobre as datas de venda de ingressos e outras atrações do lineup de GRLS! serão divulgadas em breve. O público poderá adquirir ingressos separadamente somente para palestras e workshops, somente para os shows ou para ambos!

Sobre Linn da Quebrada

Linn da Quebrada, nome artístico de Lina Pereira, tem 29 anos nasceu na capital paulista e cresceu nas cidades de Votuporanga e São José do Rio Preto, onde foi criada por sua tia dentro da religião Testemunha de Jeová.

Por conta da criação religiosa, entrou em conflito em relação a sua orientação sexual e sua identidade de gênero e sofreu preconceito por parte da família e da comunidade de sua igreja. Ao se assumir, mudou-se para a cidade de São Paulo e passou a se dedicar à arte, apresentando-se em shows performáticos em boates e cantando em bares.

Em 2016, alcançou a fama ao lançar as músicas “Enviadecer”, “Talento”, “Bixa Preta” e “Mulher” e iniciou uma turnê nacional com o nome de “Bixary”. A artista já colaborou em trabalhos de outras cantoras como Linniker, Gloria Groove e Karol Konka.

Linn se destaca também no cinema nacional como protagonista de “Bixa Travesty”, documentário premiado no Festival de Berlim de 2018 com o troféu Teddy Awards, que foi co-escrito por ela e dirigido por Kiko Goifman e Cláudia Priscila. Ela também participa da série global “Segunda Chamada” e do documentário “Meu Corpo é Político”, entre outros filmes.

 

About author

Articles

Relaçoes-Públicas, redator, blogueirx, ativista negro e LGBT+.
Related posts
FestivalMúsica

DJ Kingdom media shows ao vivo de Rico Dalasam, Mariana Cavanellas e Rafael Fantini na série Sarará Na Escuta

Apresentações serão transmitidas nas redes sociais do Sarará e fazem parte da série de…
Read more
CinemaLGBTQIA

Filme ‘Nos Becos de São Francisco’, de Thales Corrêa, está disponível gratuitamente durante uma semana na internet

Pensando em tornar o período da quarentena menos sofrido para as pessoas, o cineasta tomou a…
Read more
MúsicaNegritude

The Weeknd lança versão deluxe de After hours e divulga clipe da faixa "In Your Eyes"

The Weeknd mal apresentou o tão esperado álbum “After hours”  e o compilado já…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.