Belo HorizonteNegritude

Mostra CineAfroBH promove sessão de cinema gratuita na Pedreira Padre Lopes

Dando sequência a programação de exibições de filmes produzidos por diretores afro-brasileiros, a Mostra realiza neste sábado (09 de novembro), às 18h, uma sessão gratuita com duas produções nacionais

Criada com o objetivo de difundir e incentivar a produção audiovisual de realizadores afro-brasileiros, a 3ª Mostra CineAfroBH (MCABH) da sequência a programação no mês de novembro com uma sessão gratuita neste sábado (09/10), às 18h, na Pedreira Padre Lopes. 

Serão exibidos 02 filmes realizados por cineastas afro-brasileiros, que compõe a “Programação Quilombola” da mostra. 

São eles: “Favela em Diáspora” [Gabriela Matos, 21’56, 2017, MG], e “A Grande Ceia Quilombola” [Rodrigo Sena e Ana Stela, 52`, 2017, MA].

Favela em Diáspora

Na obra produzida em Belo Horizonte (MG), moradores do Morro do Papagaio são os protagonistas e relatam, através de suas vivências, como o processo de migração compulsória realizado por um projeto da prefeitura, provocou uma ruptura em suas histórias. Assim, o filme dá voz as memórias de um povo que está á margem do asfalto, mostrando o que resta após uma desapropriação.

A Grande Ceia Quilombola

Já o documentário maranhense, retrata a história do Quilombo de Damásio, uma terra doada por um senhor de engenho a três de suas escravas e que tem no cultivo e extração parcimoniosa de alimentos a base de uma estrutura social que privilegia o grupo. Parte destes saberes é abordado, mostrando como a comida  tem um papel fundamental na coesão do grupo e nas relações sociais presentes.

Mostra CineAfroBH, foi criada para ser uma janela de exibição da produção audiovisual mineira e para construir interlocuções e conexões com o cenário cinematográfico nacional. Também tem como característica proporcionar através  de suas sessões uma importante reflexão e diálogo no campo da cultura.

Por isso, a  terceira edição da MCABH traz como mote central “Quilombos urbanos, fé e cultura”, com o intuito de refletir coletivamente sobre qual seria a contribuição das tradições e valores culturais existentes nos quilombos e na cultura afro para o que se tornou aquilo que identificamos como cultura brasileira?

“O recorte da Mostra CineAfroBH este ano partiu de um entendimento que a população quilombola no Brasil tem uma contribuição importantíssima para o desenvolvimento da cultura afro-brasileira, mas que até hoje, não tínhamos um evento audiovisual dedicado exclusivamente a está temática em BH. Por isso, também, criamos a programação para que as sessões de rua fossem realizadas em quilombos  urbanos, como fizemos no primeiro semestre, valorizando a resistência histórica, cultural e social destas comunidades”, conta Carem Abreu, cineasta realizadora e curadora da Mostra.

Os 10 filmes da edição de 2019 foram produzidos por realizadores afro-brasileiros, seis de Minas Gerais, e outros quatro são do Rio de Janeiro, Maranhão, Espirito Santo e São Paulo. Os filmes foram agrupados em quatro programações: Quilombola, Religiosidades, Panorama e Resistência e serão exibidos agora em novembro, ao longo das 7 sessões de contrapartida.

A  3ª Mostra CineAfroBH: Quilombos urbanos, fé e cultura é realizada pela produtora audiovisual mineira ATOS Central de Imagens, e conta com os recursos do Fundo Municipal de Cultura da Prefeitura de Belo Horizonte, Projeto 0171/2017 – FPC-SMC-PBH.

Mostra CineAfroBH

Mostra CineAfroBH

Sobre a Mostra CineAfroBH (MCABH)

A Mostra CineAfroBH foi idealizada em 2014 pela cineasta Carem Abreu, roteirista, Diretora  e Produtora Executiva da ATOS Central de Imagens. A MCABH foi criada como objetivo de incentivar e divulgar a produção audiovisual afro-brasileira de Minas Gerais, além de colocar no foco das atenções o trabalho cultural desenvolvido pelos mestres das culturas populares.

Esses verdadeiros representantes da cultura brasileira, muitas vezes tem seu fazer cultural menosprezado, por aqueles que não os reconhecem como mestres populares, em função de ignorância, intolerância e covardia imposta pelo racismo velado.

Promover o conhecimento da contribuição da cultura afro-brasileira para a identidade do brasileiro e respeito pela humanidade são os objetivos primordiais dessa atividade cultural.

mostra cineafrobh

Programação Mostra CineAfroBH

SESSÃO PEDREIRA PADRE LOPES: 09/11 – Sábado, 18h às 21h

Filmes da Programação Quilombola:

– Favela em Diáspora [Gabriela Matos, 21’56, 2017, MG]

– A Grande Ceia Quilombola [Rodrigo Sena e Ana Stela, 52`, 2017, MA]

Local: Pracinha da Vila (Rua Sargento João Beraldo) na Pedreira Padre Lopes – BH, MG
ação promovida pelo Centro Cultural Liberalino Alves.

Serviço

Mostra CineAfroBH promove sessão gratuita na Pedreira Padre Lopes

Datas: 09 de novembro

Horário, local e filmes: conferir programação acima

Entrada gratuita

Realização: ATOS Central de Imagens 

Informações: www.mostracineafrobh.com

About author

Articles

Relaçoes-Públicas, redator, blogueirx, ativista negro e LGBT+.
Related posts
MúsicaNegritude

The Weeknd lança versão deluxe de After hours e divulga clipe da faixa "In Your Eyes"

The Weeknd mal apresentou o tão esperado álbum “After hours”  e o compilado já…
Read more
LiteraturaNegritude

Diversidade: autoras negras e índias que você precisa conhecer

Elas são representantes da literatura negra e indígena voltada para a infância, que deveriam ser…
Read more
MúsicaNegritude

Jota.Pê estreia videoclipe de Garoa

Inspirado no documentário “Human”, projeto apresenta histórias reais de pessoas que se movem…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.